domingo, 27 de setembro de 2009

Domingo de Primavera...



Primeiro domingo de Primavera...
Fui olhar como estava o amanhecer e estava com a cor especial para um dia especial. Fiquei pensando num assunto para colocar aqui e lembrei: setembro é o mês do aniversário do Blog Linha. Logo a comemoração que não pode ser esquecida. Há quanto tempo? Tempo suficiente para ter muito cuidado com o que é publicado, com os comentaristas e leitores. Obrigada!

Muito se tem escrito sobre livros. Foi através deles que iniciei minhas descobertas e dúvidas. Sem esquecer que refinei meus objetivos e agucei minha vontade de sempre saber mais, a respeito do outro, do meio ambiente e de mim mesma...
Quando iniciei a ler minhas necessidades eram iguais às de todos adolescentes: preencher as lacunas existentes O objetivo foi resolvido em parte, mas as dúvidas estarão sempre presentes...
Depois as dúvidas de adulto vão se desenvolvendo à medida que vamos vivendo. Vamos trocando por outras e outras...
Escolhas sempre envolvem riscos e a única certeza é não ter certeza. Nem se é um bom livro a ser lido. Você pode seguir indicação mas não existe certeza gostar da indicação.
Sabe, já tive bons palpites para escolher livros e acertar. Mas hoje ando errando muito. Compro livros e não consigo ler. Normal, não sou obrigada a gostar de tudo que leio ou começo a ler. E tem mais, se começo a ler um livro e não gosto, interrompo a leitura e faço uma doação. Quem sabe ele, o livro, vai achar outro leitor?
O que estou lendo e adorando? Garfield: Toneladas de Diversão – Jim Davis- L&PM POKET. Uma surpresa e tanto. Nunca pensei que fosse tão bom. Indico sem medo de errar...
Agora um bom domingo e uma boa Primavera! Minha estação preferida.
Beijos.
Anny,

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Escrever e entender...


"A coisa"

A gente pensa uma coisa, acaba escrevendo outra e o leitor entende uma terceira coisa... e, enquanto se passa tudo isso, a coisa propriamente dita começa a desconfiar que não foi propriamente dita."
Mario Quintana - Caderno H - pág. 54

Leiam aqui
Tudo que é para dizer hoje...

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Imaginação...



Segundo o Minidionário Aurélio da Lingua Portugesa:
Imaginação é um substantivo feminino:
1. Faculdade que tem o esírito de imaginar, fantasia.
2. Faculdade de criar mediante a combinação de ideias. (mas não gosto dela sem acento)
3. A coisa imaginada.
4. Criação, invenção, ideia.
5. Fantasia, devaneio.

Ah, então vou começar o meu devaneio a respeito da imaginação...
Comecei escolhendo o tema do texto. As palavras começam a escorrer da caneta e se espalham pelas linhas. Você segue com os olhos e "imagina" o que estou querendo dizer. O que pode ser coisas que você quer ler para se divertir ou dar boas risadas. Assim vamos em frente.
O bom é que imaginar pode ter a cor e a textura que escolhermos. Como não sei a sua cor preferida, vou escolher azul. Está bem? O céu está bem azul, a tarde está linda e estou tomando um chá de hortelã para refrescar. Aqui está um puco quente...
Mas fiquei pensando que um texto também pode ter, além de cor, sabor, cheiro. Isto se você lembrar se for uma receita de bolo. Ummm! Posso mencionar canela, por exemplo. Adoro canela. Mas você pode não gostar. Sem problema, tira a canela e coloca baunilha ou cravo...O sabor é todo seu.
Mas uma das coisas que já reparei é o poder de uma boa leitura. Poxa, como é bom chegar ao fim do texto e você puder dizer: "Que bom ter lido isto!" Penso que aumenta a nossa autoestima. Me sinto valorizada pelas palavras lidas. Não é assim? Pois é, colocamos este sentimento fora da gente, no outro. E assim fiquei pensando qual o melhor exemplo de autoestima e lembrei de um bem perto mim: May...
Como assim? Você pode me perguntar. E respondo que é só prestar atenção e vai perceber. Qual é o animal que mais se curte, se embeleza e não dá um pingo de bola para o que estou dizendo ou reclamando. Não é isto mesmo? Já teve um gato? Não? Então experimente ter um e nunca mais vai esquecer a lição...
E...nada a ver com o início do texto. Tem mesmo não.

"A imaginação é a memória que enlouqueceu." - Mário Quintana

YouTube

Loading...