sexta-feira, 31 de maio de 2013

Uma comidinha para o lanche...


Todos os dias precisamos escolher o que fazer para a hora do lanche. Então escolhi fazer hoje um cuscuz super fácil. A única coisa mais complicada pode ser comprar um cuscuzeiro. Para quem mora na na região do norte e nordeste, não tem problema. Qualquer super mercado tem. 
Mas aqui vai a receita que foi enriquecida para ficar mais nutritiva.

Cuscuz de Milho 
.01 x de milho (tipo flocão)
.01 x de água (filtrada ou mineral)
.1/2 c (chá) de sal marinho
.01  c (sopa) de Quinoa ou Amaranto (em flocos)
.01  c (sopa) de coco ralado (seco ou não)

Modo de fazer;
Em um recipiente coloque o milho tipo flocão,  o sal, a Quinoa ou Amaranto e o coco.  Misture bem e coloque a água. Deixe de molho  10 minutos.
Em seguida colocar água na cuscuzeira e e por cima a mistura que você deixou de molho. Levar ao fogo.
Quando a água começar a ferver, abaixar o fogo e deixar 06 minutos.
Está pronto para ser servido com o cafézinho da tarde.
Bom apetite.


sábado, 18 de maio de 2013

Quando é preciso mudar o caminho...



Nem me lembro mais quando fiz minha primeira dieta. Sabe como é, mulher sempre está fazendo ou pensando em nelas. Mas estar na cozinha e saber mais sobre alimentação, este nunca foi meu assunto preferido. Ah, e não sabia nem fritar ovos. E um dia, precisei rever minhas prioridades. Aprender a olhar para outra janela. Claro que fiquei muito assustada. Passei a maior parte da minha vida envolvida com desenhos, croquis, pranchetas...
E agora? A mudança assusta. Faz tremer e ter ansiedade das bravas. Tudo porque tive que saber como cozinhar. Sabe o que é isto? Enfrentar um mundo novo. Novinho em folha. Fiquei tão sem chão que resolvi fazer um curso sobre cozinha. Aprender o básico, pelo menos. Nem o que aprendi na universidade, estava me ajudando e lá fui eu fazer vários cursos. Até descobrir que o necessário era me envolver, gostar de estar na cozinha. Descobrir os perfumes e as delícias de fazer minha própria comida. Para algumas pessoas é fácil. Tiveram vó, mãe, irmã, tias que sabiam e gostavam de estar no que hoje chamo, de "centro do poder". Uma cozinha é isto. Quem sabe cozinhar sabe como resumir, simplificar, resumir, ampliar, quando é necessário. Vai dizer que não é?
Você deve ter uma amiga ou conhecida assim. Do que tem na geladeira, ela faz uma comidinha perfeita. Fiquei animada. E mais animada ainda porque, não precisava mais usar "recursos" de coisas prontas. Fiz um curso de "Cozinha Natural" que me ajudou a ficar independente. Comida pronta, nunca mais. O que me ajudou e melhorou minha saúde. E o que foi melhor: emagreci.  Claro que levou tempo. Um tempo de aprender,  errar e acertar. A vida, não é assim? Pois é! 
Este texto foi inspirado no desejo de minha amiga Regina, de fazer uma dieta e de Gilcneia me pedindo a receita do "Sal de ervas". 
Então aqui está meninas. Esta receita, é para vocês colocarem no saleiro. Pouco sal na comida, e açúcar de menos. Zero de adoçante. Podem ter a certeza de que isto é parte do caminho. O resto, vão descobrindo sozinhas e poderosas. 
"Sal de ervas": (secas)
-01 pacote de alecrim 
-01 pacote de manjericão
-01 pacote de manjerona
-01 pacote de cheiro verde (cebolinha, salsa)
200 gramas de sal marinho

Bater as ervas no liquidificador e misturar com o sal.

Obs.: precisa ser Sal marinho.

Anny (@Annyllinha) :)

YouTube

Loading...