sábado, 29 de setembro de 2007

Da janela do meu quarto

Da janela do meu quarto vejo o mar.Vejo?
Não agora.São 8:30 da manhã. O sol já está forte e a cortina tem que ser fechada.Infelizmente.
Bom mesmo era poder escrever olhando o mar.Está um dia lindo e o mar da cor
perfeita para um mar.
Ah, porque temos muitos mares.Os internos, os externos e o dos outros. O que estou vendo pela fresta da janela é muito lindo. E posso descreve-lo para partilhar com quem está lendo.Não vou fazer isto.Vou navegar em outros mares.
Os mares da amizade.Pude comprovar que eles existem...E então, vieram aqui:a
Helô e o Alessandro Martins.Quer começo melhor?
Estava conversando com minha amiga Albaniza,ontem e comentamos o valor das amizades.Tudo de bom.E aí, uma outra comentou"E aquelas que te arrasam?" Não são amigas.São pior que inimigas.Fique de olho nelas...
Mas vamos curtir este sentimento bom que existe entre os seres humanos.
Sou otimista por opção, por natureza.Procuro ver sempre o lado bom das coisas.
E quando não consigo ver,digo que ainda tem o lado interno.
Da minha janela posso ver o mar.Ver outras coisas acontecendo...

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

A Linha

"A Linha" foi um desenho que passou na televisão, quando eu era criança.Adorava ver como ela se tranformava.Muito mágico.Então a
primeira coisa que pensei, quando tive acesso a internet,foi procurar pelo
desenho.Aí Helô, uma pessoa muito querida, achou para mim esta preciosidade.
Pude rever tudo que me encantou e encanta até hoje: a magia da linha
se transformando.
Hoje,sou encantada com todos os tipos de linha:linha do horizonte,linha de trem,linha d'água,linhas aéreas(?)...
Assim no desenho de Paul Klee,podemos ver o passeio poético da linha.
"Situado mais além de um ponto morto,começa o primeiro ato de movimento
(a linha)..."
http://www.tv5.org/TV5site/la_linea

A primeira vez

Aprender a escrever foi uma experiência que jamais esqueci.Lembro da minha primeira letra,do tamanho dela.Então fico pensando, como as primeiras
experiências são marcantes.
Se elas foram boas,podemos relembrá-las com prazer.Se não,melhor usar nossos
recursos internos para fazer outro uso dela,que não o nosso mal estar.
Aprender a ler.Muito bom.Mesmo com aquelas pobres cartilhas de antigamente, de vovó viu a uva.E com o poder da leitura internalizado,ah meu Deus! Nada passava de liso.Lia tudo e leio.Uma leitora inveterada.E quando descobri os blogs.Um desepero.Sem indicação,não sabia por onde começar.Fui descobrindo
que meu interesse tinha de me guiar.Comecei pelo Blogdosquadrinhos,depois
fiz outras descobertas como o blog da Helô, do Alessandro Martins(que é para quem gosta de ler).E fiquei mais animada, quando começaram a responder os
comentários.Quem vi fazer isto primeiro,no próprio post, foi o Paulo Ramos,do Blogdosquadrinhos,depois o Alessandro,que agora é via e-mail.Muito chic!
Vou aos poucos descobrindo um pouco desta imensidão.Fazendo novos amigos,
e o que é melhor para mim.Um bom começo,na minha opinião.
Vou voltar a este assunto em outra ocasião.
Esta é a primeira vez.Hehehe!

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Primavera

Sempre começo projetos novos na primavera.
Não é uma crença é uma feliz coincidência. Começar na primavera a escrever o meu primeiro
texto, é tudo de bom que podia me acontecer.Estou feliz com a oportunidade que criei para mim e
aterrorizada por não saber nem se vou conseguir chegar até o fim do parágrafo.Ah, mas isto não vai me paralizar.Vou em frente.Não é um desenho que tem que dar certo.Não é uma prova final
que tenho de acertar todas perguntas para passar.É uma experiência que pode dar certo e pode não dar. Só isto.
Confesso que estou nervosa, porque é uma situação nova.Não sei o desenho,nem a cor.Vou caminhando sem saber onde vou chegar(que exagero!) parece letra de música.Estou me acalmando.
Canto uma canção! Estou quase chegando lá. Só mais um pouquinho.Vamos!
Só falta mais uma linha.Aquela que dá nome ao blog.Está conseguindo.Que maravilha!!!
Agora é dar uma olhada.No meu ponto de vista...

YouTube

Loading...