segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Um por do sol em Guanambi...


Gosto muito desta foto. Foi tirada há bastante tempo e num lugar que nem sei se ainda existe... Mas não importa, as lembranças estão perfeitas e sempre vai ser um lugar para visitar em pensamentos.

Guanambi, fica no estado da Bahia. Morei lá antes de vir para Salvador. Tenho muitas lembranças boas e  bons amigos que revejo quando vou até lá.  Ah, é um lugar bem distante daqui de Salvador. Mais ou menos 08 horas de carro e 12  horas de ônibus. 

Saudade não percebe distâncias. Só a vontade de chegar é que conta... Além  disso quero conversar sobre livros. Já pensou em abandonar um livro? Como assim, cara pálida? 

Ah, ainda não leu no blog de Luma? Fica o convite. Vá lá visitar e se gostar, faça um texto, convide  amigos, faça um sinal de fumaça...Meio antigo, né?  Pode mandar torpedo,  RT (via Twitter), e-mail. Enfim, use o que achar mais confortável (ou mais fácil).

Encontrei um jeito ótimo. Vou compartilhar com vocês. Sabe aquele lugar que fica perto do elevador? Geralmente, tem uma sala de espera com revistas. Ahá! Um bom lugar para deixar seu livro. Para "abanboná-lo" disfarçadamente. Como quem não quer nada...

Infelizmente, minha estratégia teve que ser adiada. Pois é, estão consertando o local. Vou ter que inventar outro forma de deixar meus livros... Este mês, dei um livro para minha vizinha. O que também é bom. Presentes. Está chegando o Natal, certo?

Então, que tal presentes antecipados? Lembrei de um livro onde a personagem ganhou uma caixa cheia de cartões de Natal e ela mandava para os amigos... mesmo sem ser. Deve ser ótimo. Fiquei imaginando a surpresa.  Bem, ainda não sei como vou fazer, mas você pode descrever aqui ou fazer um texto e me convidar para ler.

Que tal? Fica o convite. Quem sabe, em Guanambi, as pessoas façam isto também...   

Vem aí a 3ª edição do BookCrossing Blogueiro!
Boa semana!  

Anny(@Annyllinha)

2 comentários:

  1. Antigamente quando os livros eram escassos, as pessoas emprestavam umas para as outras. Existia um certo cuidado até mesmo no uso de capas especiais. Se não haviam tantas editoras, como um livro se perpetuava e ganhava fama? Temos os clássicos que não nos deixam mentir! A mesma coisa deveria ser feita nos dias atuais. As pessoas reclamam do preço alto dos livros, mas não trocam entre si, não doam... e depois a gente morre e fica tudo lacrado nas nossas cabeças. O conhecimento é para ser repassado. A sabedoria veiculada para ajudar na construção de uma mundo melhor, não acha?
    Obrigada, Anny!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  2. Luma:
    Pois é! É preciso uma reavaliação destes costumes antigos.
    E você descreveu muito bem. Não sei para que guardar livros ou não emprestá-los?
    Tem gente que morre só de pensar em perder um livro...
    Ah, mas já fui assim. Contei lá Costuras...
    Vou colocar o link no blog Linha para ficar mais fácil de acessar.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...