quarta-feira, 18 de abril de 2012

E hoje libertei o livro: "Em outras palavras" - crônicas - Lya Luft.
Sempre que liberto um livro, penso que estou entre as linhas do livro libertado. Pelo menos nas entrelinhas, como quem não quer nada. Sabe? Só para observar quem está lendo. Sim, parece um egoismo da minha parte. E é mesmo. Quem não vai com o que doou?
Espero que a pessoa ao ler o livro, goste tanto quanto eu.

Obs:
Na minha página tem um Banner da Blogagem de hoje. Acessem. Vocês vao gostar de saber mais sobre o assunto.
Boa semana!
Anny(@Annyllinha)

8 comentários:

  1. Olá, queria Anny
    É verdade!!! A gente vai junto com o que doamos... gostei muto do que disse... e creio nisso...
    Se doamos pouco... vamos em pedacinho módico... caso contrário, vamos, com generosidade, ao coração do outro...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Orvalho:
      Obrigada pelo comentário.
      Pois é, tem sempre um jeito diferente de olhar e fazer coisas, né?
      Beijos.
      Anny

      Excluir
  2. Adoro a Lya Luft também...Libertei meu livro no Aeroporto,queria ter visto a pessoa que pegou, mas já estavam chamando meu voo, foi legal participar e ficar na expectativa quem pegou, como foi etc
    Deixei meu blog, quem sabe apareça...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bel:
      Que bom você gostar da Lya Luft.
      Espero que a pessoa goste também.
      Obrigada pelo comentário.
      Anny

      Excluir
  3. Anny, já estive várias vezes no seu blogue e comentar só agora tive um tempinho. Obrigada por participar do BookCrossing Blogueiro!! Estamos lançando sementes, assim como outras pessoas com seus projetos de leitura. No final, queremos um país melhor, um mundo mais humano e a leitura é um caminho para a abertura das mentalidades. Beijus,

    ResponderExcluir
  4. Luma:
    Obrigada pelo comentário. Pois é, sempre bom poder incentivar a leitura. Sem ela não existe salvação...
    Embora pareça radical é apenas uma realidade.
    Beijos.
    Anny

    ResponderExcluir
  5. Anny, também senti um certo egoísmo ao libertar o livro. É como ele ainda fosse meu e está apenas emprestado, viajando por aí. Infelizmente, não recebi nenhuma notícia dele. Que pena.
    Mas, gostei da experiência e pretendo libertar mais livros.
    beijo, menina

    ResponderExcluir
  6. Denise:
    Obrigada pelo comentário.
    Sabe que foi uma das melhores coisas inventadas atualmente?

    Bom fim de semana!
    Anny

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...