segunda-feira, 29 de junho de 2009

Em que você acredita?


Lekeitio - Credito para a foto de Turi.

Em que você acredita?...

Temos algumas crenças que dirigem e ordenam nossas vidas, certo?
Crença em Deus, em posturas internas e externas, em modo de vida em valores, etc. Mas existem umas crenças que aparecem não se sabe de onde e todos acreditam piamente, sem uma crítica que seja e embarca nela. Pois não foi assim que segui como uma cega, ao “os postos se atraem”? Creio que isto vale para compostos químicos, para pessoas não é uma atitude muito inteligente. Tinha uma ligeira desconfiança e agora uma certeza, lendo “...a gente só gosta de quem se parece com a gente.” Dito por Mário Quintana, numa entrevista a Edla van Steen no volume 01 do Viver&Escrever. Assim, fico feliz em perceber que as minhas escolhas contam a minha história e as minhas crenças também. E se houver alguma coisa errada pode-se rever o script e consertar a história, antes que o lobo venha...
Cada um de nós tem um jeito de pensar. A lápis, a caneta, a bic, a teclado... E o que pensamos nos organiza por dentro e por fora. Vamos experimentando nossas crenças. Umas dão certo, outras não... Somos orientados pelas nossas crenças, a princípio herdadas e depois por conta própria. Como “não podemos ensaiar a vida” vamos errando por aí. Bom não é, mas é confortável saber que não somos os únicos...
E depois com o tempo, vamos descobrindo que isto de ser perfeccionista é só mais uma forma de se autodenominar. Uma tortura a mais que inventamos, para depois abandonarmos. Coisa imprestável que não ajuda nosso estar por aqui...
Ah, isto é uma das boas coisas que nos acontecem. Inclusive a de não ser tão sério...
Vale brincadeiras, nem que sejam umas risadas na hora errada, um tombo imprevisto... Sabe como é? São possibilidades que a vida te oferece e se você tiver um pouco de leveza, vai deixar acontecer. E pensar no dia seguinte “Nossa como foi isto mesmo?” Já passou... e você pode sorrir sozinho pensando na situação... “Nem acredito...”

19 comentários:

  1. Eu acredito que tudo está interligado, quando algo se apresenta absoluta ou absurdamente diferente, basta parar, olhar, talvez refletir, e logo, logo se encontrará a ligação que faltava.
    Depois de aprendermos a gostar de nós próprios, podemos gostar do outro, é uma prática muito boa para esse esporte. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu acredito sempre que a vida pode nos mostrar sempre caminhos diferentes a seguir... Há tantos caminhos, tantas informações que as vezes ficamos confusos... Então eu sento e analiso qual o melhor caminho a seguir... Já enveredei por alguns caminhos errados nessa vida, mas sempre tive ânimo para voltar ao ponto de partida e começar tudo de novo... Já caí muitas vezes... Mas me levantei das quedas e continuei em frente...
    Nunca tive medo de perguntar sempre quando não sabia alguma coisa, e sempre estou querendo aprender...
    Mas aprendi a assumir meus erros...
    Eu acredito na vida e agora acredito que o amor compartilhado pode ser mais seguro do que o amor puro e simples... é menos complicado...
    Bom texto... Acho que vai gostar do meu em Ideias de Milene:
    http://ideiasdemilene.blogspot.com/2009/06/composto-de-cereais-emagrecedor.html

    Obrigado pela visita ao Vidas Linha! E obrigado pelo link exposto em seu blog...

    Bjo grande

    ResponderExcluir
  3. Eu acredito em Deus, no amor, no perdão e acho que muitas coisas boas que nos acontecem vão se interligando por aí...
    e quem faz o mal, é pq não conhece o bem!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Djabal:
    Eu questiono umas crenças que a gente tem quando se descobre como ser vivente e crente. Estas atrapalham nossas vidas. Não nos deixam escolher o que é melhor, mas é a crença que vai na frente atrapalhando tudo. Então, aquela frase que vejo espalhada por aí, "Ler para ser." ajuda você, a escolher melhor sua crença. Ajuda a abrir seu horizonte. Puxa! Levei tanto tempo para descobrir uma inverdade. Podia ter sido mai rápido...
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  5. BarbieGirl:
    Pois é, são nossas crenças que dirigem nossas vidas...
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  6. Mylla:
    Cada um tem um jeito de lidar com suas próprias crenças. E questioná-las quando for preciso.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  7. Oi Anny, tudo bem? Vim aqui conhecer seu blog e já me deparo com uma questão dessas. Em que eu acredito? Acredito em tantas coisas, mas fundamentalmente eu acredito muito em mim mesmo e nas minhas capacidades. Aprendi com o tempo que se não for assim, estarei eu fadado ao fracasso e eu nunca lidei bem com esse lado das coisas, por isso sigo assim, fazendo o melhor para colher o melhor. Foi um prazer conhecer seu blog. Vou vir aqui mais vezes. Grande abraço

    ResponderExcluir
  8. Anny, eu acredito que a vida nos ensina muitas coisas boas e ruins temos que saber separá-las.

    Eu acredito que Deus fez todas as coisas e uma delas foi me amar intensamente. É n'Ele e em seu Filho que eu acredito. As outras coisas fazem parte da vida como completo. Às vezes nos levam a sorrir, às vezes a chorar. Mas o crer é um só.

    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  9. Se eu acredito em Deus? Mas que valor poderia ter a minha resposta, afirmativa ou não? O que importa é saber se Deus acredita em mim.
    Mário Quintana no poema "Confissão"

    beijo
    Anny

    ResponderExcluir
  10. aeeeeeee...
    blog linha bombano na área... vamo que vamo...urruuul!!!
    mamacita, te amo mucho. eu te I love you, eu te alívio.
    valeu pela fuerça!
    turi

    ResponderExcluir
  11. Anônimo Turi:
    Obrigada pelo comentário. E aí?
    Tudo bem?
    Beijos.
    Mamacita.

    ResponderExcluir
  12. Marco:
    Obrigada pela visita e comentário. Apareça sempre.
    Atémais.
    Anny

    ResponderExcluir
  13. Quanto mais perfeccionista formos, mais limitados ficaremos, pode crer!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Leslie:
    E é isto mesmo. Seria uma espécie de prisão feita pela prória pessoa.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny

    ResponderExcluir
  15. O caminho é exacto.
    Não há como duvidar ou fugir.
    Porém podemos andar devagar ou rápido de mais.
    O caminho do mei é a busca mais sábia.
    Não ficar em cima do muro.
    Ficar em contato buscando a sintônia e hamônia geral.
    As pessoas que são muito parecidas costumam formar panelinhas que, as limíta no mundo.
    Eu só sei que nosso país tem menos de 25 anos que foi considerado democrático, graças ao impitchmam de Collor de Mello.
    Irônia, não existe participação publica em nada realmente.
    Então vamos fomentar a cultura e a arte para formar cidadãos!?
    Vizitem meu blog http://reflexmutuahumana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Obrigado pela visita!

    São fascinantes né?

    Meu bisavõ foi chefe de estação! Resolvi fazer uma homenagem!

    Até mais!

    ResponderExcluir
  17. Silvia:
    Obrigada pelo comentário colorido com Mario Quintana.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  18. João Morais:
    Obrigada pelo comentário. Começar um caminho até que é fácil. O difícil é saber se ele é conveniente para você. Já que admitir erros não é bem o nosso fraco...
    Até mais.
    Anny.

    ResponderExcluir
  19. Caio:
    Sabe, não esperava ver trens hoje. Valeu pelas fotos e pelo comentário.
    Atémais!
    Anny.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...