domingo, 21 de março de 2010

Só o amor basta?

Esta foi a foto que tirei dia 20 de março às 5:44 da manhã. Dia em que começou o Outono.- Está diferente do Verão? - Sim, está. Hoje começou com chuva e  dia está nublado e menos quente do que  outros dias anteriores. Agora são 11:05 e normalmente, o ventilador já estaria ligado...
E o amor? Ah, o amor não se incomoda com temperaturas. Existe em qualquer uma delas e em todas as estações do ano. É verdade...
Costumamos pensar que só o amor basta, mas investigando o assunto e minhas experiências, descobri que não. Porque junto com o amor precisamos ter uma "turma de sentimentos" para dar suporte ao amor. Para durar para sempre, por exemplo...
Vou enumerar mas você pode ter sua ordem pessoal:
1- Respeito e agressão zero.
2- Disposição para ouvir argumentos.
3- Cuidado na altura da voz.
4- Paciência ( muita pacência).
5- Não pode haver competição nem comparação.
6- Bom humor é indispensável para enfrentar imprevistos, carências, infantilidades.
7- Tem que saber relevar (desculpar, perdoar).
8- Saber enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, contas a pagar, etc.
9- Não gritar.(Fale sempre baixinho que o amor te escuta).
10 - Tem que haver um pouco de silêncio, amigos, vida prória, independência, um tempo para cada um, confiança, uma certa camaradagem. Às vezes fingir que não ouviu...
11- Saber que união não é igual a fusão.

Parece uma receita? Nem tanto. São itens preciosos que não podemos esquecer para ajudar o amor.
Texto inpirado na crônica: "Não basta amar."  de Martha Medeiros - livro Trem-Bala, pág. 97.

Só isto é suficiente? Claro que não. Existem  situações que nem com reza brava resolve. Então é preciso usar a inteligência. Para nos salvar e salvar o amor. Ele não é mágico para fazer desaparecer  dificuldades por exemplo:  você muda de país, cidade...e os valores são um pouco diferentes dos que aprendeu em casa. Mas você consegue. O amor é persistente, insistente...
Como sei disto tudo? Ah, sempre aprendemos quando nossas experiências não dão certo e quando acertamos também..Não tem uma mátemática certa. Mas vale a pena reparar se esquemos alguma coisinha. Aquele detalhe que falta ou faltou e ainda dá tempo para acrescentar...
Então é isto para começar o Outono.
-Esqueci alguma coisa? Podem acrescentar nos comentários por favor!

Beijos.
Anny(@Annyllinha)

10 comentários:

  1. acho que ninguém vive só de amor, eu não conseguiria.chega uma hora que só palavras melosas e carinhos enchem!me irrita.tem que haver humor, discordância também, pq tudo muito perfeito e certinho é um saco.excesso de amor soa a falsidade. eu acho. tudo demais enjoa.uma pessoa que fica sempre na sua cola, o dia todo, no pé, eu não aguentaria.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Feliz nosso dia!!

    Olha quanto ao tempero chimi churri, vc encontra nas lojas de hortifruti.

    é uma mistura de tempero que dá um sabor incrível, acho que tem origem da argentina.

    Qualquer coisa, me fala.

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Ficou implícita também, a reciprocidade. Que não significa dar ao outro o mesmo que recebe, mas oferecer o seu melhor, cativando o outro a fazer o mesmo. Quem ama [ou acha que], tem o costume de acreditar que a outra pessoa vem pra "salvar a sua vida", dando a ela a responsabilidade por fazê-la feliz, quando na verdade, os bons relacionamentos e existem e funcionam quando são feitos por duas metades inteiras, felizes, bem resolvidas.

    ResponderExcluir
  4. Eu conheço pessoas que são diferentes ao extremo, mas apaixonadas. Depois de vários anos, continuam juntas, com todas as diferenças, mas encontram uma forma de conviver, apesar delas.
    São poucas, admito, mas creio ainda mais que o amor é inexplicável.
    Eu vejo as condições como uma espécie de convivência em harmonia. Mas se não há amor. Não há nada. Perdoe-me o romantismo. Talvez seja porque estou lendo e relendo Nelson Rodrigues. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Que graça o comentário do Tony!!

    Eu já passei da fase romântica do amor, da sexual e agora 'so nice' - depois de viver intensamente o amor, achar que ele tudo suporta, você o encara de frente e entende o porque dos nossos pais afirmarem que as afinidades são tudo. Lógico que ninguém é igual ao outro, mas ter um companheiro para o basicão do dia a dia que você compreende e ele te entende, percebemos que tanto o sexo quanto o amor pode distanciar casais. Prefiro a amizade com paixão! Beijus,

    ResponderExcluir
  6. Ah, me identifiquei... será por isso que meu namoro tem dado certo?! Hahaha! Quando não dá, ou quando há uma briguinha básica, sempre é por não atender a um dos ítens da listinha! =)

    ResponderExcluir
  7. Queridos comentaristas:
    Leslie, Barbiegirl, Tony, Djabal, Luma Rosa, Daia, obrigada pelos comentários. Adorei cada um com seu ponto de vista ou não...
    Se algum de vocês desejarem uma respota por e-mail, avisem.
    Obrigada!
    Beijos>
    Anny.

    ResponderExcluir
  8. O Amor é Paciente e como é.

    Bjao

    ResponderExcluir
  9. Nossa, vc na Saia e eu aqui...vi agora por lá, rs.

    Que transmissao...


    Bjao

    ResponderExcluir
  10. Faremos um sorteio no blog. Passe por lá para saber como e quando. E faca a sua inscricao para poder participar.

    Abracos

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...