sábado, 16 de maio de 2009

Desafios...


Crédito para a imagem de Aixa e Turi.

Ah, mas todos os dias enfrento desafios e nem sempre estou afinada...Às vezes esqueço a música ou não sei toda a música de cor...Penso que a vida é mesmo grande desafio: um diálogo cantado( ou falado) de improviso. Não posso ensaiar a vida, o viver. Vou vivendo...
Cada etapa é ultrapassada, vivida, sentida uma primeira vez. O que fica é a lembrança, a emoção e o que significou para mim. Ponto de partida para os bons desejos...
E isto me lembrou que há um ano, meu filho me perguntou: “Mãe, quer aprender a mexer com o computador?” Fui rápida na resposta. “Não.” Como assim? Pois é, respondi um não tão rápido, que fiquei preocupada. E comecei a pensar sobre o assunto. Na verdade, estava sendo abduzida pela TV. Isto mesmo. E quando perguntei “Em que lugar você gosta de pensar?” recebi uma resposta que tem tudo a ver. A Silvia me respondeu: “Na frente da TV desligada.” Ahá, tudo a ver. Se deseja parar de ter seu diálogo interno, de tirar suas próprias conclusões sobre o mundo.,.Vá ser abduzido...
Foi na época em que a MTV tinha uma chamada assim: “Desligue a TV. Vá ler um livro.” Confesso que ficava com a maior vergonha. E foi nesta que pensei. “Vou aprender a internetar.” No começo, foi complicado. Comecei do zero. Nem ligar eu sabia. E tem mais, não guardava o que precisava ser feito. Queria anotar tudo... (risos) E meu filho insistia “Não precisa.” Nem dava ouvidos. Continuava com meu caderninho...
E num dia destes me lembrou que a postagem estava no número 400 e se eu tinha reparado. Pois é, filho. Não tinha..Pura verdade. Obrigada pela sua paciência. Ainda tenho algumas coisinhas para perguntar: “Como é mesmo que faz para...?”
Sabe como é? Nunca sabemos o suficiente. Esta é a grande mágica do aprender. Não tem fim...

14 comentários:

  1. Querida Anny,
    Lendo o seu texto e pensando no quanto ando fugindo dos meus desafios...
    Tô precisando desligar algumas "televisões" na minha vida...
    seu post me faz pensar... e isto é bom...
    Obrigada, como sempre pela visita ao meu blog.
    beijinhos,
    Popys©
    http://twitter.com/Popysp

    ResponderExcluir
  2. Encarou o desafio, e está aí não é? 400 posts. Isso me lembrou um fato que ocorreu comigo, eu estava concorrendo a uma vaga de emprego com uma outra garota (faz tempo isso...rs) E soube que o que definiria a vaga era quem soubesse Excel, eu disse eu "sei", uma grande mentira, o entrevistador, disse que daria a resposta em alguns dias. Saindo de lá, eu entrei em uma escola de informática e disse: - Eu quero aprender Excel em 12 horas... e começei as aulas no mesmo dia. É claro que não aprendi, mas no dia que comecei o emprego, eu sabia abrir uma planilha e ligar para a professora e pedir orientações... com o tempo aprendi é claro... lembro disso com humor e orgulho, mesmo tendo contado uma mentira, eu era muito jovem, queria e encarei.

    Muito legal o teu texto Anny.
    beijo

    ResponderExcluir
  3. Miton:
    Pois é. Penso que tinha me esquecido disto...
    Obrigada pelo comentário.
    Bjs
    Anny.

    ResponderExcluir
  4. Popys:
    Ah, mas todos nós temos formas diferentes de encarar ou procastinar nossos deafios.
    Uma hora ele acontce, não é mesmo?
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  5. Sílvia:
    Pois é, um assunto puxa outro.
    Adorei a sua história.
    São os recursos internos que descubrimos. Que às vezes nem sabemos da exiatência deles. Só quando somos desafiados.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  6. temos que estar abertos a todo tipo de novidade.meu pai mexeu num pc antes de mim. nem existia windows. rssss! pra vc ver como são as coisas.fui aprender pela primeira vez em 1988.achei horrivel e me desinteressei. só fui pegar gosto pela coisa nos anos 90,na era do windows e internet. 400 posts? putz nem sei quantos eu tenho.rsss bjs!

    ResponderExcluir
  7. Anny, comigo foi igual, eu tb anotava tudo no caderninho, rs.

    Tb dei a mesma resposta Nao, e depois pensei: por que nao?

    Tinha um medo terrível disso aqui e agora nao quero deixar, rs.

    Bjus querida e que bom que vc escreve.

    Uma linda semana

    ResponderExcluir
  8. Maninha...
    A vida é um desafio constante... Um aprendizado sempre... E ante a qualquer obstáculo, precisamos ter sempre fé, para superá-lo.
    Belo texto...
    Bjo Grande!!!

    ResponderExcluir
  9. Leslie:
    Pois é, a gente começa e que não quer parar mais. Não posso dizer que sou viciada, mas gosto bastante. Foi só começar...
    Origada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  10. Geórgia:
    Talvez tenhamos a impressão que vai além da nossa boa vontade ou disposição. Sei lá. Mas já que pegou no tranco, lá vamos nós morro abaixo. Sem saber onde vamos parar...
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  11. Mylla:
    Pois é. Um assunto que pode dar pano prá manga não é mesmo?
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  12. Nunca saberemos o suficiente. Esse final de semana li um livro que dizia, além de muitas outras coisas, o gostoso da vida não é a felicidade, conceito muito estranho e que pode variar de pessoa para pessoa.
    O gostoso é a busca - eterna - da felicidade. Isso é que conta. Sair do lugar, procurar, sentir, saber e ficar, são verbos que auxiliam a busca. Ah o número quatrocentos também. Parabéns. Beijos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...