domingo, 3 de fevereiro de 2008

Ladybug


Ladybug, upload feito originalmente por jc.winkler.

Esta foto é para a historinha que vou contar a respeito de joaninhas...

E assim começa a história de uma Joaninha lindinha que econtrei na internet. Um dia, passeando como quem não quer nada e quer tudo vi um blog com joaninhas. "Ah, que lindinhas! Que bom achei alguém que também ama as bonitinhas." Fui então "explorar" o Bonsai(blog). Já pensou uma joaninha nele? Pois estou imaginando aqui... Virtual mesmo. Não tenho preconceito.Rs! Mudando o assunto, para não parecer samba de doido, adorei o blog. Muito bom! Cheio de atitudes. Comecei a deixar comentários. Conversa vai, conversa vem "blogs são conversações", né? Perguntei que tal contar sua historinha com a joaninha? Fiquei esperando a resposta sem ansiedade. Coloquei a opção de que se não gostasse da idéia, não precisava responder. Arrisquei. E "adorei a proposta. Mas vou mandar as joaninhas mais tarde. Ok?" E aqui estou muito preocupada em não cometer erros. Vocês vão compreender porque.

"Minha história com as joaninhas é antiga...
Começa na infância. Eu tinha muito medo de bichinhos elas foram o único que minha vó Ester usou para me ensinar que os bichos eram interessantes. Elas continuaram a sobrevoar a vida conforme cresci, quando buscava um nome para o novo blog - o meu primeiro, a beira de morrer de inanição é o Puzzle Diário - lembrei da cena Sob o Sol de Toscana, que cito no meu "sobre". Tem um detalhe, sou jornalista, já usei pseudônimos para escrever.
Nunca foi uma boa experiência. E agora eu sou Ladybug ou Dona Joana. tenho uma rede de amigos queridos, que vêm e vão ao sabor da maré dos bites ou acerto na minha escrita. Crio espaço e propago ondas e movimentos que para mim, constroem o futuro. Não me importa Page Rank, links, reputação no tecnoratti. Cada comentário, link, cada história me toca me transforma, me coloca em um novo mundo. E, depois de muitos anos na internet, posso viver nela, dela, com ela, por ela. Fazer a rede vicejar, crescer, mudar. E quem sabe, tornar este mundo um lugar um pouquinho melhor. O futuro dirá."

Uma história que tem mais para ser descoberta. Lúcia Freitas, colunista do Deusário, tem "um projeto secreto para dominar o mundo o mundo" que descreve no "Assoberbar Sem Perder a Ternura" adorei quando ela disse que tem um plano para conquistar o mundo. Muito bom humor e muito bem escrito. Quero agora contar como as joaninhas surgiram em minha vida. Cabe aqui um paragráfo. Não consegui. Coisas de principiante. Bom, minha vó tinha um sítio que era visitado em todas as férias e foi lá que descobri estas coisinhas maravilhosas. Com elas andando pelo braço, fazendo cóssegas. Uma delícia. E a aposta era quem conseguia ficar mais tempo com elas. Depois desapareciam sem deixar vestígios e só aparecer de vez em quando. Já que moro numa cidade grande. E pode acontecer, como outro dia e contei como uma joaninha tinha aparecido por aqui. Aqui está minha historia e espero que tenham gostado. Esta foi a minha primeira vez, contando historinhas de possoas maravilhosas da a blogosfera. Espero que da próxima vez fique melhor. Internet é parecido com desenho, só aprende fazendo. E no meio disso estão os erros e acertos...



5 comentários:

  1. Este é um post especial. Não sei se vou agradar. É um risco. De qualquer maneira, adorei fazer. Bjos Lu.
    Uma Joaninha especial.

    ResponderExcluir
  2. Emocionei, Anny
    Muito especial teu post, mesmo.
    Obrigada pela oportunidade - e desculpe a demora em responder. Beijos no teu coração da joaninha numa tarde de chuva em sampa.

    ResponderExcluir
  3. Lu:
    Que bom que você veio comentar e que bom que gostou.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  4. eu amo joaninhas desde muito tempo..desde bem criança...já fui fantasiada do pequyeno inseto pintadinho numa festa, certa vez e hoje tenho mil joaninhas por onde ando...
    beijocas, flor!

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana:
    Obrigada pela visita. Ainda não tem homens comentando por aqui...
    Assuntos femininos?Ai,ai!
    Amo janinhhas também. Não tem retrato?
    Se tiver, coloque que vou comentar.
    Bjos

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...