segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Como aprendi a gostar de ler

Aprendi a gostar de ler, de maneira inusitada.E hoje dou risada, ao me lembrar da situação.
O meu pai adorava ler e sua leitura preferida, eram livrinhos de faroeste, espionagem,revistas de detetives.E não deixava dando sopa para as crianças terem acesso.Eram cuidadosamente
escondidas debaixo do colchão.Descobri este tesouro.Não me lembro como, nem quando. Só que,
ficar e escondida embaixo da cama, para minha mãe não ver e dividir os livros com meu pai sem ele saber, foi o começo de tudo.
O interessante dessa historinha é que, nunca tive livros como presente. A família não era muito
chegada a este tipo de diversão e o assunto existia.Hoje, vejo os pais
preocupados em despertar nas crianças o desejo pela leitura.
Não tenho receita, mas quem sabe se esconder livros, pode ser uma saída? Sou "uma ratinha de biblioteca"...
Quando tive meus filhos, resolvi fazer diferente.Livros e revistinhas eram o que eles mais tinham.
Se fez alguma diferença, eles podem contar.
E uma das situações mais engraçadas, em relação à leitura foi meus filhos quererem que eu lesse
pra eles, todos os dias antes de dormir. Como ainda não sabiam ler, decoravam os quadrinhos e as historinhas . Chegava cansada do serviço e eles me pediam para ler.Não dava certo.Com sono, nem revista estava vendo. Inventava. A reclamação vinha na hora: "Mãe, você está dormindo". Ficava brava e perguntava :"Como é que você sabe?" Meu filho dava risada e respondia:"A história não é esta. Você está inventando". Fazer o que? Estava mesmo...

5 comentários:

  1. Fiquei emocionada ao ler essa descrição da paixão pela leitura...
    Ana ,vc colocou sentimentos em cada palavra!!Ficou muito bom...Meus parabéns!!Aguardarei os próximos textos!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana, valeu pela visita ao boteco e pelo comentário. nos falamos. beijo

    ResponderExcluir
  3. Ana, achei muito legal a forma como vc descobriu a leitura!Foi meio parecida com a minha. Eu comecei lendo gibis da turma da Mônica, que por sinal adoro até hoje. Aguardo o próximo texto. Beijo

    ResponderExcluir
  4. Aninha, amiga de adolescencia...que bom te "ouvir" contando essas estórias. Acredita que volto no tempo, te revejo de cabelos longos, sorriso aberto...gargalhadas mesmo...e vc debaixo da cama...Ah menina!!!

    Parabéns minha querida!Muito bom te "ler"...bom de verdade.
    Fico feliz que tenha colocado na net para desfrutarmos do seu bom humor, das suas peripécias!
    Mais uma vez digo: continue, vá em frente!
    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  5. Excelente! Na sua história vemos que, mesmo que esse maravilhoso mundo da leitura nos seja proibido, damos um jeito de chegar até ele.

    Abraço,

    Pablo
    http://cadeorevisor.wordpress.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...