quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Palavras...

Usamos as palavras para comunicar com o mundo.E imagens que dispensam palavras. Algumas têm significados pessoais,outras sentimentos pessoais.Existem aquelas que sabemos usar e as que nunca aprendemos,porque aprender exige predisposição.Uma condição nem sempre existente. E as palavras que povoam nossas vidas,vão dando sentido ao nosso existir.
Comecei a pensar e observar isto, ao perceber como certas palavras me trazem recordações. E posso me apaixonar por algumas. Nem sempre em português. Agora por exemplo,fico horas observando a palavra Caminito, escrito em um box pra café, no supermercado. Aí me lembrei da primeira aquarela que pintei. Um caminho...Estou sempre procurando um. Para ir a algum lugar ou a lugar nenhum. Uma brincadeira interna,ou uma busca constante.
Todos os dias uso um caminho ou um atalho para chegar ou partir.Vou usando as palavras que conheço ou as que descubro,lendo blogs, livros, jornais.Todos os dias aprendendo ou mesmo esquecendo as que machucam, transformam, embelezam, criam.
As palavras que ensinam, consolam, dividem, explicam, criam rastros. As palavras que você não entende,e as que entende e faz que não. As que quer esquececer, as que quer lembrar para sempre.
As aque estão nos poemas, nas canções de ninar, nas músicas. Todas cheinhas de lembranças boas ou difíceis de esquecer.
Ou uma palavra em inglês, como esta escrita na foto. Não é belíssima? Turncolor...

3 comentários:

  1. As palavras têm poderemos mágicos sobre nós. Existem aquelas que nos prendem imediatamente, aquelas outras que pedem outro livro para decifrá-las, mas no geral são elas que nos identificam como diferentes dos outros seres. Como originais.Conseguimos expressar nossos sentimentos e encontrar nossos caminho com elas. Elas são frutos do pensamento. Hoje cedo li uma história chamada "O Poder da Palavra" de Edgar Allan Poe, encaminho o link para você ler, creio que você gostará. http://www.web-books.com/Classics/Poe/Stories/Power_1.htm
    Existe também uma ótima tradução, creio de fácil acesso também.
    Felicidades.

    ResponderExcluir
  2. Que bom ver você por aqui.Obrigada pela presença e pela indicação.
    Vou ler. Tenho mais uma "a face oculta de nova york" de Paulo Polzonoff Jr.Ainda estou na pág. 27.
    Adoro a forma como ele se expressa.Com poucas palavras, vai direto ao assunto.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Uma palavra bacana que me emociona é 'silêncio' pq sempre quando a uso é porque estou mesmo dentro dele e de lá saem palavras muitas vezes barulhentas hehe.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...