segunda-feira, 20 de outubro de 2008

"Acima de tudo, goste de si mesma!"...


Todos os livros de auto ajuda, vêm com esta proposta. Fácil de escrever e muito difícil de sentir. Então quando estou para baixo e sou uma pessoa otimista, quero resolver logo o problema. Compro um livro que me ajude a sair do buraco. Resolve? Não. Só me consola momentaneamente porque é uma resposta que alguém achou, elaborou e escreveu um livro. Com todas as dicas, conselhos e que ela descobriu, quando estava enfrentando o problema: baixa auto estima. Então publicam nas revistas, nos livros, textos enormes sobre o assunto. Se não acredito em mim mesma, estou um farrapo humano, vou acreditar piamente que as experiências e conselhos listados, irão me ajudar. E por que depois de certo tempo, apesar de seguir à risca todas as recomendações, continuo péssima comigo mesma? Acredito que o motivo é só um. Segui a respostas alheias. O conselho bem que poderia ser: "Faça um livro, um rascunho de como me livrar do mal estar de ser eu mesma. Como estar bem, dentro da minha própria pele." Minhas respostas podem não resolver o problema, mas devolvem a crença que preciso ter em mim mesma. Este é o início do caminho. E começo o meu dia assim: colorida pelo amanhecer desta segunda feira. Feriado...

2 comentários:

  1. Este texto foi inpirado num artigo que Gaspareto escreveu na revista Ana Maria. Como não acredito que respostas alheias possam me ajudar...
    Fica aqui uma sugestão melhor. Ache a sua. Ela pode não ser a melhor mas é sua. Se vc é capaz de construir seu bem estar, hora de acreditar mais em si mesmo. Certo?

    ResponderExcluir
  2. http://www.annaliajoyas.com/

    http://www.anegoiri.com/

    http://www.joyartesana.com/

    http://www.erikahartje.com/

    http://joyeriavasari.com/

    http://www.3design.com/content/view/17/33/lang,en/

    As veces,cuando a gente ja a pensado suficiente sobre a vida pasada e da conta de que aquel livro mágico de autoayuda no consegueu mudar en nada; As veces acontece alguna coissa que desperta de novo nossa CURIOSIDADE. As veces e divertido ver como o feijão queimó, o celular tocó, a cita com o medico pasó, o sol te pegou acordada, só porque as horas pasarom sim dar conta, cuando estaba empolgada olhando alguma coissa interesante. A gente ezquece de aquel vacio, de aquelas pregutas, das respostas e ate do bem estar.
    Só consegue durmir pensando em aquela foto, em aquele site bacano, em aquel disenho, aquela brincadera...
    E nessa hora, nehum livro de autoayuda vai conseguer saciar a sua curiosidade.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...