quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Desejos...


Com o tempo, vamos ou melhor, vou ficando mais simples em meus desejos. Diria que com mais pé no chão. O que adianta ter sonhos e desejos inatingíveis? Perda de tempo e de sonho sonhado em vão. Então, nada que uma lista não resolva. Colocar minhas prioridades, meus objetivos nela. Com certeza que muitas coisas vão ficando sem sentido. O tempo me dá esta ajuda. Vou mudando meu jeito de ser, de olhar o mundo. Antes era exigente comigo, menos complacente com meus erros. Queria mudar o mundo e as pessoas. Acreditava piamente que isto era possível. Não é. Fácil dizer agora e difícil de ser vivida. Mas voltando aos desejos, tinha sim uma vontade imensa de escrever, fazer um livro. Sabe, seguindo aquela frase que alguém inventou: “Plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro.” Tinha isto como objetivo de vida. Nem acredito que pensei assim. Mas pensei. Que bom que a mudança é sempre possível e necessária. Não penso mais assim. Ainda bem. Adoro escrever. Transformar meus pensamentos em frases. Muito mágico. Mas escrever, fazer um livro, contar minha história pessoal, minhas experiências. Não quero mais. Mudei de mala e cuia com meus desejos. Continuo sim querendo aprender a escrever, a me expressar melhor. Resumir mais o que vejo, vivo e sinto. Este é o meu exercício diário. “Pequenas pílulas” diárias, como disse Paulo Polzonoff. É isto que tenho de aprender a fazer. Não adianta me enrolar nas palavras e não dizer coisa nenhuma. Talvez ainda não saiba seduzir o leitor. Fazê-lo me acompanhar palavra por palavra pelo meu texto afora. Então enquanto isto, melhor ser curta e breve. Aprender a resumir, o que é para ser resumido.
Este texto foi inspirado em “Então você quer escrever um livro...” de Pilar Fazito. Ela escreveu no Digestivo Cultural no dia 07/01/2008 ...

14 comentários:

  1. Gostei muito deste texto!!! Só discordo uma coisa de vc: NUNCA VOU DESISTIR DOS MEUS SONHOS!!! POR MAIS IMPOSSÍVEIS QUE POSSAM PARECER. PQ SÃO MEUS SONHOS!!!
    Vc devia fazer o mesmo...
    Se quer mesmo escrever um livro, seja de que história for, escreva!!!
    Acredite em VC!!!

    ResponderExcluir
  2. Mylla:
    Acontece que quem ecreve, percisa estar sempre consciente de que está falando para alguém que está invisível, mas faz parte do texto.
    Obrigada pelas palavras de incentivo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Anny!
    Engraçado como a gente escreve de forma um pouquinho diferente coisas tão parecidas.. rs

    Adoro seus textos!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Anny...

    tudo jóia?

    Por um lado, acho legal que um texto meu tenha te inspirado a escrever. Por outro, fico um pouco chateada ao constatar que as pessoas que vestem a carapuça do que eu disse na crônica são exatamente as que não precisam fazê-lo.

    Sua escrita é boa e se você quiser investir nisso, pode publicar bons livros.

    Se você soubesse das mensagens de "pseudo-escritores" que recebo, entenderia o que eu disse sobre "bom senso". Coisa que você tem, fica tranquila...

    Um abraço

    P.

    ResponderExcluir
  5. Por onde anda o Paulo Polzonoff que parou de atualizar o site dele há uns dois meses? Quem souber de notícias, favor informar.

    ResponderExcluir
  6. Eu desejo...mmm...hhh...mmm...........UM SUPER-MEGA-SUPER FELIZ ANIVERSARIO PRA VOCÊ!!!
    Porque você merece muito comnemorar cada ano que pasa vivendo esta vida maravilhosa, fazendo felices as pessoas do seu alredor. :)

    Ainhize

    ResponderExcluir
  7. Sabrina:
    Obrigada pelo seu comentário. Adorei vc por aqui. Pois é, não é que temos algo em comum? Acho que seu signo é Sagitário. Acertei?
    Beijos.
    Anny

    ResponderExcluir
  8. Pilar:
    Sem querer vc me deu um presente: a sua visita e o seu comentário. Hoje é dia do meu aniversário. Obrigada por suas palavras de incentivo. Amei.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  9. Kovacs:
    Obrigada pela visita. Faltou o comentário. Rs! Isto fica para a próxima vez, né?
    Pois é, não sei do Paulo. A mulher dele tem um blog e tenho o link dela na minha página. Quem sabe ela dá noticia dele? O Nome dela é Paula.
    Beijos.
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  10. Anny, para escrever bem não basta escrever corretamente ou com estilo é preciso ter algo a dizer que provoque a identificação com o leitor (não necessariamente concordância) e isto você tem feito muito bem por aqui, por este motivo volto sempre! Desculpe a indelicadeza de não ter comentado o seu texto corretamente.

    ResponderExcluir
  11. Anny feliz aniversário, te desejo toda a felicidade e inspiração para que mantenhas sempre o blog lindo e tua vida mais linda ainda, parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Ainhize: Obrigada pelo comentário e pelo presente. Amei. Agora teremos sempre pães fresquinhos em casa. Para comer com geléia de pimenta. Amém! Beijos.
    Adoro você!
    Anny

    ResponderExcluir
  13. Kovaks:
    Desculpe a brincadeira. Sei que a sua presença aqui é uma aprovação do que consigo escrever por aqui. Mas como sempre reclamo que que as pessoas deixam recados sem comentar, não resisti à brincadeira. Perdão!
    Sua presença aqui é sempre esperada sempre. Obrigada pelo comentário carinhoso e icentivador.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Felina:
    Obrigada pelo comentário e pela congratulação pelo meu aniversário.
    Vc é uma lindinha mesmo.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...