quarta-feira, 15 de abril de 2009

E como nascem as canções?...


E como nascem as canções?...
Penso que elas nascem de uma celebração ou para contar uma história de amor, um certo olhar ou um grande perdão...
Na amargura ou na doçura de amar o autor usa a sua dor ou conta a dor de alguém. Para exorcizar a angústia de um amor que acabou, ou de um que ainda nem começou. Assim ele une palavras, descreve sentimentos, busca inspiração O amor sempre cabe numa canção. Assim como o adeus...
Seja lá qual for a forma de como nascem as canções, temos sempre as nossas preferidas e as que contam as nossas histórias. Até aquelas que queremos esquecer...
São canções que podem ter um “barquinho”, “uma insônia”, “um olhar noturno tão cheio de adeus”, “um João valentão”, “uma fita amarela gravada com o nome dela”...
Todas elas contam um amor, uma dor, lembranças, alegrias ou um grande adeus. Pedaços da vida desenhados nas letras das canções.
De histórias que começaram hoje, ou já terminaram. Elas sempre comovem. Foram um fundo musical de um amor. Quer mais romântico do que isto?
As pessoas podem até não acreditarem no amor, mas se comovem com histórias contadas num livro, num filme ou numa canção. Quem nunca chorou num filme, ou num livro?
E isto não envolve a sua crença, É uma história. É uma canção. É um filme. Você não gostar dela não implica que se ela existe ou não. Não é a sua história e nem a sua canção...
E viva as canções de amor!
Ao amor também. Faz parte da vida. Colore e também a deixa sem cor. Principalmente quando o amor vai embora. Mas não desistimos, estamos sempre à espera de um novo amor acontecer, ao dobrar uma esquina ou numa situação inesperada qualquer. Destas em que só o coração parece estar presente com o seu bater descompassado e forte...

7 comentários:

  1. são poucos os amores que dão aquela sensação de que o coração vai sair pela boca.já viví isso,nem faz muito tempo.só de ouvir o celular tocar e saber que é aquela pessoa vc ficar tremendo que nem vara.rsss!ou só de receber um email dele vc ficar feliz que nem uma boba.rssss! isso ainda existe,mais é raro.essas coisas acontecem mais facilmente m filmes e músicas mesmo.
    Anny,o teu celular faz boas fotos!pensei que fosse de câmera digital.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Anny, estou só passando para um abraco. Estou com enxaqueca há dois dias e nao posso ficar por aqui...tem alguma indicacao sem ser gengibre? Pois, este já uso todos os dias.

    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Leslie:
    Pois é. Tem gente que não acrdita no amor, tem gente que acredita e faz canções, poemas, filmes, livros. Eu acredito que pode existe amor. Já experimentei. Uns duraram pouco e outros o suficiente para criar uma história juntos. Não são eternos como nas histórias de príncipes e princesas mas cabem músicas para serem lembrados.
    Ah, obrigada pelo elogio das fotos.
    Sempre penso que não estão boas. Estou aprendendo ainda.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  4. Geórgia:
    Obrigada pela visita e abraço.
    Deixei um comentário no Saia Justa.
    Espero que dê certo.
    Beijos.
    Anny

    ResponderExcluir
  5. Canções de amor... São tantas para recordar... mas a que eu mais gosto mesmo é Graça - Exaltamba...
    Linda Canção de amor...
    Um belo texto...
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Mylla:
    Obrigada pelo comentário.
    Pois é, as músicas são muito especiais.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  7. canções de amor são minha preferidas. Bjkª. Elza

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...