quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Mudar...


De casa, de sonhos. Nossa vida é sempre de mudanças, mas muitas vezes equecemos que nem sempre as mudanças são ruins. Mas a mania de se apegar a coisas indejáveis também fazem com tenhamos comportamentos meio doidos e inesperados com mudanças.

Mudar é um assunto muito bom. Posso mudar de assunto, de livro, lugar, página, cidade, cor de cabelo, de fases, de humor, de comida, de letra e muitas outras coisas. A única mudança que não posso fazer é de mim mesma. Já quis ser outra pessoa. Não deu certo. Rs! Coisas de adolescente que acha que nasceu de pais errados, casa errada. Mas mudar para mim nunca foi doloroso. Morei em tantas casas! Cada uma com uma história diferente, esconderijos diferentes. Os tais lugares secretos. Mas era só falar em mudança que não tinha três tempos. Mudava e pronto. Nem olhava para trás. Foi sempre assim. Nunca me despedi de lugar nenhum. A única vez que fiz isto, me arrependi amargamente. Fui rever um lugar onde meus avós tinham morado. Foi tão ruim que risquei esta lembrança. Ponto final.
Agora mudar de assunto também é bom. Principalmente, quando o assunto é ruim. Desagradável. E de livro? Aquele que você não consegue ir pra frente. Aliás não consegue sair da mesma linha.
Agora mudar a cor do cabelo é complicado. Por mais que você imagina, nunca é igual ao que você olha no espelho. Não é. E quando você não gosta da cor? Quer pior? Tem. Quando o marido não gosta e nem os filhos. Situação de tortura, porque no fundo você também não gosta. Mas é dar muita confiança para o que os outros dizem. Isto é. Mas o jeito é ir mudar. Passou! Outro parágrafo, por favor!
E letra? Já disse isto aqui. Mas uma invenção que dei risada até hoje de escrever no meio da linha. Um trabalho doido para equilibrar a palavra lá. Bem no meio do espaço. Coisa de quem está descobrindo o mundo e suas possibilidades.
Tem uma mudança boa. De caneta que não está escrevendo para uma que desliza pela página junto com seus pensamentos. Indescritível...
Pois é o assunto era sobre mais uma mudança. A de blog. Esperei até agora. Não tive resposta. “Fabriquei” outro texto, claro. Uma pena! Só uma pena...

4 comentários:

  1. Por isso gosto tanto da Linha. Ela é o único elemento que liga uma mudança na outra. O fio condutor. Repete-se de uma vida feliz, apenas uma canção desde o começo.
    Jamais devemos repetir a vida inteira. Isso é triste, parece uma tentativa de restaurar, do encontrar inútil. Algo que já foi.
    Mudamos trechos, voltaremos sempre nele. Para apreciar a obra, o som e a melodia. Como voltar, pela linha.
    Cada dia melhor...(exceto a cor do cabelo - rsrsrs) Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Djabal:
    Bom dia! Sabe que a Linha faz isto mesmo? Costura o que está rasgado, liga os pontos de vista, te mostra o horizonte, caminhos a seguir e a evitar. Vai ligando os pontos para formar o desenho que fazemos dentro de nós mesmos. Por isto acredito que por mais que queiramos negar, sempre sabemos a resposta. Só não sabemos onde encontrar porque a primeira referência, precisa ser nós mesmos. Não o que ou quem está fora. Se a resposta não está completa ou falta alguma coisa, pode ter a certeza ela virá inteira. Faz parte do apredizado, a confiança em si mesmo. Uma linha direcional que me guia para dentro e para fora de mim...Vamos ver se as palavras escritas fazem sentido, já que só posso seguir o meu pensamento. O resto está escondido atrás da janela.

    ResponderExcluir
  3. Anny, eu preciso exercitar o meu desapego. Mudanças para mim num primeiro momento são assustadoras.
    a idéia de deixar o certo para o duvidoso não me agrada mto. Mas é preciso, eu sei.. e por isso, luto sempre para não me entregar e dar um passo a frente. Até hj fui feliz. Mudei sempre para melhor. Graças a deus!

    bjim!

    ResponderExcluir
  4. Sabrina:
    Uma das coisas boas das mudanças internas é que elas só acontecem se você der espaço para elas. As externas é só por fora, não ameaça. E desapego acontece também, quando começamos a doar nossas roupas que não usamos mais. A sensação é ótima. Vai dar espaço para novas coisas entrarem em sua vida. Sabedoria do FengShui.
    É isto aí, não precisa se preocupar. Relaxe, as coisas acontem. Deixe espaço para isto.
    Beijos,
    Anny.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...