sábado, 21 de março de 2009

Desafios...


Desafios...
Penso que todo ser humano enfrenta desafios todos os dias. Os meus costumam ser do tipo e agora? Fazer o que? Começar de onde? Talvez até tenha uma certa dificuldade para mudar de opinião de uma hora para outra ou resolver o que fazer em questão de segundos. E me vi em maus lençóis por causa disso. Se alguém me chama para sair, vou me arrumar com antecedência. Caprichar no visual se possível. De repente a pessoa me liga dizendo que não pode vir me buscar. Tenho que pegar um taxi. Nada demais. Só que achei que era sim. Sei lá o que se passou na minha cabeça. Não fui ao compromisso. O que aconteceu depois nem é bom lembrar. Mas aprendi que vou ter sempre que lidar com esta situação. Não adianta querer fingir que não existe. Está aí e é bom que esteja sempre pronta para ter respostas pelo menos criativa e a meu favor. Pois é. Na sexta- feira, resolvi testar um novo exercício. Com muito pesar. Adoro Pilates e não gostaria de parar de fazer. Ah, mas não foi possível continuar. Resolveram “climatizar” a sala onde se faz os exercícios. O resultado? Pés gelados e olhos de zumbi. Fiquei muito chateada. Conclusão, não posso deixar de fazer exercícios físicos, pensei em experimentar musculação. E começou a conversa interna: “Vou ou não vou? Este tempo está horrível.” Desci até a portaria e tive que voltar. Tinha esquecido a sombrinha. Fui buscar. Saí armada de sombrinha. E a chuva começou. No final da rua percebi que não ia dar para chegar até o ponto de ônibus. Ai,ai,ai! Voltei para o prédio e lembrei de uma moradora que tinha me oferecido carona dias destes. Perguntei ao porteiro se ela já tinha saído, ele disse que não. Beleza! Ganhei uma carona e expliquei a ela o que estava fazendo. Achei graça porque ela me sugeriu ir agasalhada para aula. Mas não entrei em detalhes. Sorri porque pensei que teria de usar um protetor para os olhos(máscrara). Iria ficar um belezinha. Fazer exercícios toda embrulhada e ainda por cima uma “cegeta” com aqueles protetor de olhos para dormir. Estou rindo muito só de escrever esta doidice aqui. Kkkk! Mas enfim cheguei até o prédio onde fiz a musculação. O professor? Muito simpático e atencioso. Adorei a aula. Obrigada Leo! Segunda-feira a gente se vê! Então é assim que as situações me acontecem. Imprevisíveis. Ainda bem que tenho o hábito de rir das coisas que me acontecem. Que no mínimo são surreais...

Este texto foi inspirado num texto que a Sílvia me mandou: “Lidando com desafios” – Luciana Campaner

10 comentários:

  1. Anny, as vezes penso no nosso privilégio de termos tido tantas informações que os nossos pais não tiveram e o conforto de saber que os nossos filhos, terão mais que a gente.Farão dos seus fihos seres resilientes, e com isso mais aptos a enfrentar esse mundo com mais fortalecimento.Partindo de um texto sério, você fez o teu sério, mas com bom humor, uma grande sacada.
    Beijão querida.

    ResponderExcluir
  2. Lidar com desafio ... interessante. Parabéns pela opção e por não ter cedido à comodidade. Bjkª. Elza

    ResponderExcluir
  3. Eu parei de fazer planos, Anny!

    Essa sala foi climatizada como, pra afetar os seus olhos?

    Bom fim de semana! Beijus

    ResponderExcluir
  4. Silvia:
    Obrigada pelo comentário. Ele me faz perceber que minhas informações e conclusões são capazes de me fazer mais apta a lidar com os desafios de cada dia. E ainda fazer deles um ponto de partida para me sentir melhor dentro de mim mesma. Com humor, como você afirmou. Esta é mesmo uma grande sacada.
    Obrigada mais uma vez.
    Beijos,
    Anny.

    ResponderExcluir
  5. Elza:
    Pois é, lidar com desafio pode nos amendrontar e ao mesmo tempo nos fortalecer. Vamos descobrindo os caminhos que antes não era possivel perceber.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  6. Luma:
    Esta é uma opção que encontraram para uma sala de Pilates que fica para o poente. Claro que a intensão não era me prejudicar. Pensaram na grande maioria ou não? Isto não posso responder. A minha parte fiz com gosto. Dei boas risadas. Uma boa saída, quando não podemos modificar uma situação, não é mesmo?
    E ficar feliz, porque o dia está quente, é verdade. Mas o mar está azul e o céu também.
    Um dia azul para você.
    Beijos,
    Anny.

    ResponderExcluir
  7. Mas a história que vc mencionou, de ter se arrumado com antecedência e te avisarem que não iriam mais poder te buscar... ai ai ai! Detesto esse tipo de coisa! ¬¬

    Terminei a historinha!


    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Oi Daiazinha:
    Pois é, mas eu não precisava ser tão radical. Não iria me pegar mas ía pagar um taxi para mim. Na hora me descontrolei e dei uma de ofendida e não fui. Sabe como é? Me arrependi depois. Mas enfim, estas coisas acontecem e nunca mais agi assim. Foi bom que aprendi.

    *Vou lá ler o final...
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  9. Uma coisa muito importante para o ser humano é justamente não se acomodar, experimentar o novo e descobrir algo bom e ajustável na vida.
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  10. Beth/Lilas:
    Com certeza este é o grande desafio. E acredito que metade da batalha está ganha se tivermos esta vontade de mudança dentro da gente.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...