quarta-feira, 18 de março de 2009

Procurando um amor?


Procurando um amor?
Todos os dias vejo esta frase ao entrar no computador. E aí fiquei pensando nas formas que temos e inventamos para procurar ou achar um amor. Algumas muito doidas, outras sem sentido e outras que não levam a lugar nenhum. Ou podem levar a um beco sem saída. Vai saber. Claro que existem formas e mais formas de encontrar o amor e a mais segura é começar com o amor a si mesmo. Sabe como é? Se você tem cuidado consigo mesmo, se tem respeito pelo que pensa e acredita, isto é notado pelas pessoas que estão ao seu lado e as que estão longe também. Por uma razão muito simples, você demonstra tudo isto na sua maneira de ser e de se mostrar ao mundo. É seu cartão de visitas. É o seu invisível falando por você. Isto faz com que as pessoas se aproximem e se sintam bem ao ficar ao seu lado. Um magnetismo pessoal e intransferível.
Mas nada como o famoso “eye-contact” ou o antigo flerte. Um poderoso e indescritível forma de encontrar alguém. De entrar em contato. De entrar em sintonia. Então penso que é muito esquisito ficar procurando amor pela Internet. Como assim? A pessoa vai se apaixonar pelas palavras? Ou melhor, vai amar as palavras? Nada de concreto para começar? Ah, já sei você gosta do retrato que a pessoa resolveu mostrar, do que ela escreve pelo MSN. Muito vago. Nada confiável. Melhor mesmo olhar bem quem está perto de você. E muitas vezes esquecemos disto. De olhar em volta. De olhar por perto. Quem sabe assim você é capaz de perceber que bem perto, pode estar o seu amor. Aquele que fez suas pernas tremerem quando seus olhos se encontram. E então você faz uma poesia, entra em devaneios. Tudo em nome de um possível amor que nasceu num olhar. Melhor, numa troca de olhares...Ah, o amor! Pode acontecer. Vai dizer que não?...

10 comentários:

  1. É verdade, só é amor quando encarado de frente.
    bjks

    ResponderExcluir
  2. Olha, em resposta ao seu post, vou fazer um novo lá no meu blog... hahahaha! Vou contar a minha história com meu namorado! Hahahaha!

    Bjo

    ResponderExcluir
  3. O melhor contato é mesmo o "olho no olho"... mas falando sério, não procuro um novo amor há muito tempo, prefiro ficar com os velhos mesmo.Dão menos trabalho!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Milton:
    Penso que todos nós sabemos disto. As possíveis variações ficam por conta e risco de cada um dos implicados.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos,
    Anny.

    ResponderExcluir
  5. Cristiane:
    Por mais que inventemos outros artifícios, nada como a mágica do olho no olho. Certo?
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  6. Daiazinha:
    Pois é, achei que vc tem uma história para contar.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  7. Mylla:
    Pois é. O melhor contato é o olho no olho. O resto é consequência.
    Obrigada pelo comentário.
    Bjos até mais.
    Anny.

    ResponderExcluir
  8. A procura é como aquele caminho,
    só tem fim cuando você dá a volta.
    ;) aiXa

    ResponderExcluir
  9. Aixa:
    Claro que incluí esta frase.
    Uma trilha no meio da procura do meu bem estar no mundo. Certo?
    Obrigada por todas as coisas lindas que escreve aqui.
    Sabe, parecem até um diálogo invisível entre nós.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma forma de conversa online.
Deixe sua opnião ou questione.
Não seja anônimo!
Obrigada.
Bem vindo!

YouTube

Loading...